Posts in Uncategorized

“Segredo dos Vinhos do Alentejo” é o tema da próxima Tertúlia do Chafariz

10 de Dezembro de 2013 Posted by Uncategorized 0 thoughts on ““Segredo dos Vinhos do Alentejo” é o tema da próxima Tertúlia do Chafariz”

“Segredo dos Vinhos do Alentejo” é o tema da próxima Tertúlia do Chafariz

 

Lisboa, 06 de Dezembro 2013 – A Enoteca Chafariz do Vinho abre, de novo, as suas portas às Tertúlias do Chafariz, com João Paulo Martins. No próximo dia 11 de Dezembro, às 18h30, realiza-se a segunda Tertúlia do Chafariz, desta vez, subordinada ao tema “Segredo dos Vinhos do Alentejo“, onde serão provados vinhos do Alentejo mais antigos e mais jovens. Nesta segunda Tertúlia do Chafariz continuar-se-á a delapidação da famosa garrafeira de João Paulo Martins, onde os presentes terão oportunidade de provar vinhos raros desta região. A entrada no evento tem um custo de 15 euros por pessoa e inclui os vinhos em prova e alguns harmonizados.

Aproveitando o 20º aniversário do seu livro Vinhos de Portugal, o crítico de vinhos João Paulo Martins fará uma retrospectiva de alguns vinhos nacionais ao longo deste período. João Paulo Martins é jornalista especializado na área dos vinhos e, nessa qualidade, tem colaborado em vários jornais e revistas nacionais e estrangeiras. É redator da Revista de Vinhos , colaborador da revista Metrópoles, editada pela Área Metropolitana de Lisboa e colunista do Expresso. Publicou o livro Tudo sobre Vinho do Porto, em quatro línguas diferentes, o Guia sobre Vinhos Generosos, ambos editados pelas Publicações Dom Quixote e a obra de gastronomia e vinicultura Portugal de Hoje à Mesa, em coordenação conjunta com Vítor Sobral, na Livros d’Hoje em 2009. Publica, há vinte anos consecutivos, o guia Vinhos de Portugal – Notas de Prova.

O Chafariz da Mãe-de-Água, designação original deste espaço, é parte integrante da monumental obra que é o Aqueduto das Águas Livres. Mandado erigir pelo Rei D. João V, a sua construção teve início em 1731 e foi alvo de constantes desentendimentos entre os diferentes engenheiros e arquitectos, entre o poder régio e instituições camarárias e onde não faltaram as abusivas interferências clericais. A sala onde se insere o Chafariz do Vinho é, então, um lugar com mais de 250 anos de história. Em tempos, de acesso privado, esta sala tem comunicação com o reservatório da Patriarcal no Príncipe Real (cerca de 400 m) e com a Praça da Alegria (cerca de 200 m).

 

Paulo Laureano Vinus apresenta novas colheitas do Alentejo e Bucelas

10 de Dezembro de 2013 Posted by Uncategorized 0 thoughts on “Paulo Laureano Vinus apresenta novas colheitas do Alentejo e Bucelas”

Paulo Laureano Vinus apresenta novas colheitas do Alentejo e Bucelas

 

  • Espumante DOC Bucelas Paulo Laureano Bruto 2007
  • Dolium Escolha Branco, DOC Alentejo – colheita 2012
  • Paulo Laureano Genus Generationes Maria Teresa Laureano Verdelho 2012
  • Paulo Laureano Genus Generationes Miguel Maria Laureano Alfrocheiro 2011
  • Paulo Laureano Selectio Touriga Nacional DOC Alentejo 2011

Lisboa, 05 de Dezembro de 2013 – Para fechar 2013 a Paulo Laureano Vinus, guardou algumas surpresas. Embora a tradição dos vinhos europeus sejam os lotes de várias castas, curiosamente este lançamento restringe-se quase exclusivamente a vinhos monovarietais, em que as várias castas portuguesas da Paulo Laureano Vinus, são as protagonistas.

Como nem só de Alentejo vive a Paulo Laureano Vinus, esta é a melhor altura para lançar a nova colheita do Espumante DOC Bucelas Paulo Laureano Bruto 2007. Todo o enquadramento dos vales profundos da região de Bucelas, dos solos calcários e do clima temperado está presente nos aromas e sabores do Esgana Cão e do Arinto. O vinho base fermentou em barricas usadas de carvalho francês e a 2ª fermentação em garrafa teve início em Janeiro de 2008. Mais de 50 meses de autólise permitiram um espumante de aromas minerais, com alguma tosta, envolvente e elegante. Uma bolha fina e persistente revela-nos a sua enorme frescura, que balanceia uma marcada cremosidade. Um espumante de perfil único e diferenciado, produzido numa das mais belas e emblemáticas zonas vitivinícolas do Termo de Lisboa. O Espumante DOC Bucelas Paulo Laureano Bruto 2007 é vendido no mercado com um pvp de 13,66€ cada garrafa.

A nova colheita (2012) do Dolium Escolha Branco, DOC Alentejo, torna a mostrar todo o esplendor da casta Antão Vaz nas terras da Vidigueira. Como sempre fruto de uma escolha das melhores uvas, das vinhas mais velhas da Paulo Laureano Vinus, no Monte Novo da Lisboa, este é um vinho cujo lançamento está sempre dependente da obtenção de um nível qualitativo inquestionável. A fermentação decorreu em barricas novas de carvalho francês de 300 litros com uma tosta específica para vinhos brancos. A preocupação foi a de preservar todo o perfil aromático específico, que esta casta mostra no “terroir” da Vidigueira, a mineralidade elegante conferida pelos solos de xisto e a profundidade e fineza da casta. O vinho Dolium Escolha Branco, DOC Alentejo, colheita de 2012 tem um pvp de 22€/garrafa.

O Paulo Laureano Genus Generationes Maria Teresa Laureano Verdelho 2012 é um relançar de um conceito iniciado este ano, que pretende mostrar alguns dos novos projetos da Paulo Laureano Vinus. Verdelho, com plantas trazidas da Ilha da Madeira, para garantir a genuinidade da casta, mostra na Vidigueira, um perfil elegante, diferenciado e multidimensional. A sua excelente adaptação, permitirá que atinja patamares de qualidade muito elevados e uma personalidade muito própria. Desta colheita foram feitas 1200 garrafas. Este vinho serve igualmente de complemento ao tinto Genus Generationes. Cada garrafa de Paulo Laureano Genus Generationes Maria Teresa Laureano Verdelho 2012 tem um pvp de 13,50€.

Paulo Laureano Genus Generationes Miguel Maria Laureano Alfrocheiro 2011 é também um dos novos projetos da Paulo Laureano Vinus, com o nome do filho de Paulo Laureano. No contra-rótulo diz-se que se pretende que seja uma sinfonia de aromas e sabores, como as músicas que o Miguel quer produzir. De facto esta casta, típica da região do Dão, está na Vidigueira há séculos. A sua fineza aromática, frescura e elegância elegem-na como um excelente complemento para os melhores lotes. No entanto, à que buscar os melhores equilíbrios e uma cuidada condução nas vinhas para que se obtenham grandes resultados. Este é um excelente exemplo do melhor que o Alfrocheiro pode produzir nas vinhas da Paulo Laureano Vinus, na Vidigueira, numa coleção de 3000 garrafas, a um pvp 15,80€ cada garrafa.

Paulo Laureano sempre defendeu que o inquestionável perfil de qualidade da Touriga Nacional tem alguma dificuldade em se mostrar de forma consistente no Alentejo. Por isso foram necessários 9 anos para que fosse lançado um novo Paulo Laureano Selectio Touriga Nacional DOC Alentejo 2011. Austero, onde os aromas de violetas são ainda muito subtis, frutos negros muito densos e uma enorme profundidade distinguem o perfil aromático deste vinho. Na boca uma enorme concentração, frescura e persistência, mostram a sua grande capacidade de evolução. Foram produzidas 4000 garrafas deste vinho e estão disponíveis no mercado com um pvp de 26€ cada garrafa.

 

Paulo Laureano Selectio Touriga Nacional DOC Alentejo 2011 - pvp 26€ Miguel Maria Laureano Alfrocheiro 2011 - pvp 15,80€ Maria Teresa Laureano Verdelho 2012 - pvp 13,50€

 

 

 

 

 

 

Dolium Escolha Branco DOC Alentejo 2012 - pvp 22€ Espumante DOC Bucelas Paulo Laureano Bruto 2007 - pvp 13,66€

 

 

 

Chef Miguel Laffan conquista Estrela Michelin para o Alentejo

27 de Novembro de 2013 Posted by Uncategorized 0 thoughts on “Chef Miguel Laffan conquista Estrela Michelin para o Alentejo”

Chef Miguel Laffan e Restaurante L’AND, no L’AND Vineyards resort conquistam primeira Estrela Michelin para o Alentejo

O Chef Miguel Laffan acaba de conquistar a primeira Estrela Michelin para o restaurante L’AND do L’AND Vineyards Resort, em Montemor-o-Novo, onde é Chef Executivo desde de 2011.

Miguel Laffan faz parte da nova geração de Chefs que estão a criar um novo caminho gastronómico para Portugal.

O conceito do restaurante L’AND procura afirmar a nova cultura gastronómica portuguesa, reflectindo a nossa história e a nossa cultura, integrando também as experiencia e ingredientes resultantes dos descobrimentos no Oriente. Transportando os visitantes numa viagem gastronómica, a cozinha do chefeMiguel Laffan inspira-se no ambiente natural que rodeia o L’AND VINEYARDS para criar a carta do restaurante com pratos de influência alentejana com uma interpretação actual.

O Chef tem uma abordagem muito criativa e elegante dentro da sua cozinha, acredita que só através de uma pesquisa insaciável, da determinação e do rigor se atinge uma cozinha de excelência. Para ele é tão importante a frescura de um alimento como a abertura de espírito, para novas técnicas e sabores, de quem os transforma, este equilíbrio é a sua grande referência, sendo a partir desta filosofia que cria as suas equipas.

Miguel Laffan, Chef Executivo do L’And Vineyards Resort, mostra-se honrado pela distinção que lhe foi atribuída: “Estou muito orgulhoso por ter ganho a Estrela Michelin. Este prémio não é só meu, é também da minha equipa e da família Sousa Cunhal, proprietária do L’AND Vineyards e que desde cedo  apostaram em mim e no conceito que quis criar. E, acima de tudo, este é um prémio ganho no Alentejo e para o Alentejo”.

Foi no Resort de luxo do Alentejo, o L’AND Vineyards, que Laffanencontrou o seu “terroir”, e sobre as estrelas do céu Alentejano este jovem Cozinheiro imagina e cria os seus pratos de excepção.

No seu curriculum de aprendizagem constam algumas das referências que já provaram ser “escolas” de sucesso, formando muitos dos melhores chefS actuais, nomeadamente, a Fortaleza do Guincho com a cozinha do Antoine Westermann 3 * Michelin (relais Châteaux); Le-jardin-des-remparts, com a cozinha de Roland Chanliuad 1* Michelin em Beune/França ; Le Clous de la violette, cozinha de Jean-Marc-Banzo 2* Michelin Aix-en-Provence – França. Para além disso, o Chef Miguel Laffanchefiou equipas em hotéis de referência tais como, Hotel Casa Velha do Palheiro no Funchal (Relais&Châteaux) e Hotel Quinta da Casa Branca, uma boutique Hotel com assinatura da Small Luxury Hotels, Ilha da Madeira.

Enólogo Paulo Laureano lança ‘cromos’ dos “Notáveis Jogadores de Futebol”

20 de Novembro de 2013 Posted by Uncategorized 0 thoughts on “Enólogo Paulo Laureano lança ‘cromos’ dos “Notáveis Jogadores de Futebol””

Enólogo Paulo Laureano e Sport Lisboa e Benfica lançam cromos dos “Notáveis Jogadores de Futebol” do Clube 

  • Cosme Damião, Eusébio, Coluna, Mário João, Shéu e Humberto Coelho são os primeiros homenageados do Enólogo Paulo Laureano
  • Caricaturas são da responsabilidade do cartoonista Ricardo Galvão
  • Cariz social do projeto: Parte das receitas deste projecto revertem para a Fundação Benfica

 

No dia 18 de Novembro, chega ao mercado um vinho de excelência com uma nova coleção de cromos pelas mãos do Enólogo Paulo Laureano e do Sport Lisboa e Benfica (SLB), que juntos lançam o Vinho Premium Escolha Tinto 2010 cujo rótulo está caricaturado com figuras como Cosme Damião, Mário Coluna “O Monstro Sagrado”, Mário João, Humberto Coelho, Shéu e o “Rei” Eusébio.

Utilizando como critérios de eleição, o número de títulos conquistados, o número de jogos em que participaram, as vezes que envergaram a faixa de capitão, o SLB elegeu 25 notáveis jogadores da sua história, a que se juntam outros 10 campeões ou bicampeões europeus. Estes 35 extraordinários jogadores construíram, com muitos outros a história deste clube.

“A história nunca se esquece. Os grandes clubes de futebol constroem-se pela ação de grandes jogadores, que ao longo de décadas encantam e fazem sonhar multidões de adeptos. Por isso mesmo a sua presença nas nossas memórias deve ser constante. O futuro, que podemos construir, o presente que vivemos são determinantes. Mas o passado que nos orgulha deve ser sempre uma referência para o presente e um sinal para o futuro. É com base nesse pressuposto que desenhei nas minhas vinhas da Vidigueira, no Alentejo, um vinho Premium que homenageia todas estas glórias” explica o enólogo Paulo Laureano.

Recuperando um conceito que acompanhou as nossas infâncias, como são as coleções de cromos dos jogadores de futebol, a forma como este vinho nos vai chegar é inovadora e desafiante. Para tornar esta coleção ainda mais aliciante, o cartoonista Ricardo Galvão, que já nos habitou às caricaturas dos jogadores de futebol e cuja presença nas páginas do jornal A Bola é uma referência, produziu um conjunto de 35 novas caricaturas destes jogadores, na forma mais pura, simplesmente a lápis. São estas caricaturas que decoram os rótulos do vinho. Cada garrafa possui a caricatura de um dos jogadores e está fechada num tubo, para que o jogador só seja revelado após a abertura do mesmo. Podemos assim adquirir este vinho como se de uma coleção de cromos se tratasse. Podemos colecionar e trocar estes notáveis jogadores até termos a coleção completa. Para tornar mais amplo o conceito, dentro de cada tubo está ainda um póster com a caricatura do jogador em questão, num formato A3.

Este é um projeto que decorrerá ao longo dos próximos 3 anos com lançamentos semestrais de 6 jogadores. A coleção que se inicia agora traz-nos as caricaturas dos seguintes jogadores:

COSME DAMIÃO é uma figura mítica do Benfica, onde jogou 9 épocas. A sua ação como fundador e dirigente é fundamental para a história do clube, onde foi igualmente o treinador com mais tempo no comando da equipa, 18 épocas.

MARIO COLUNA, conhecido como o “Monstro Sagrado” teve na década de 60 do século XX, um período de ouro ao serviço do Benfica: 8 campeonatos nacionais, em 10 possíveis, 2 campeonatos europeus. Está entre os 100 melhores jogadores de futebol do século XX.

MÁRIO JOÃO, foi campeão europeu duas vezes, 3 vezes campeão nacional e ganhou 2 taças nacionais. A sua exuberância competitiva ainda hoje é lembrada no notável desempenho na final de 61, contra o Barcelona, em que eclipsou a estrela húngara da época Czibor.

HUMBERTO COELHO, foi um dos centrais fora-de-série do Benfica, considerado “o guarda-mor do templo vermelho” pela segurança que imprimia ao seu sector. Foi também um dos defesas de maior veia goleadora da história do futebol mundial, com 68 golos.

SHÉU, foi um brilhante centro-campista que ao serviço do Benfica ganhou nove Campeonatos, seis Taças e duas Supertaças. A sua forma elegante e eficaz de jogar marcou sempre o seu percurso. Transportou a braçadeira de capitão, mostrando-se um eficaz comandante.

EUSÉBIO, o “Pantera Negra”, assim apelidado pela sua velocidade, destreza, elegância, potência e competitividade, é um jogador mítico do Benfica e do futebol mundial. Qualquer descrição será sempre curta para expressar a sua grandeza.

 

O Vinho

O vinho escolhido não poderia ficar aquém da importância destes jogadores. Paulo Laureano selecionou um lote de Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet, que depois de fermentado em lagares estagiou 12 meses em barricas de carvalho francês e quase dois anos em garrafa. É um vinho alentejano marcado pela elegância, com uma estrutura e uma longevidade bem definidas. As notas das frutas negras em compota mesclam-se com as notas de especiaria, conferindo profundidade e elegância ao aroma. Na boca a sua estrutura, frescura e persistência, distinguem-no. Preservando a filosofia do enólogo de exclusividade e orgulho nas castas nacionais. Este DOC Alentejo Paulo Laureano Premium Escolha Tinto 2010, foi desenhado em exclusivo para este projeto e terá um PVP de 13,99 euros/tubo. O vinho estará à venda na Megastore do Benfica, nas Casas do Benfica que aderiram ao projeto em Portugal e no Estrangeiro, em várias garrafeiras selecionadas e através dos importadores da Paulo Laureano Vinus.

Este é, também, um projecto de cariz social. Quer o Paulo Laureano Vinus, quer o Sport Lisboa e Benfica, vão abdicar de uma parte dos seus lucros, os quais reverterão a favor da Fundação Benfica, que os utilizará nas diversas ações sociais que protagoniza.

Humberto CoelhoSheuCosme

 

 

 

 

 

 

 

ColunaMario JoaoEusébio

 

 

 

L’AND Vineyards Resort apresenta L´and Made Store

23 de Outubro de 2013 Posted by Uncategorized 0 thoughts on “L’AND Vineyards Resort apresenta L´and Made Store”

L’AND Vineyards Resort apresenta L´and Made Store

  • Loja Online: http://www.l-andmade.com/pt/
  • Presentes personalizados para oferecer este Natal
  • Vinho da marca é a grande aposta da loja online L’AND Made
  • Experiências L’AND Vineyards: alojamento, curso de enologia ou  tratamentos no spa do resort

O L’AND Vineyards tem agora loja online: o L’AND Made Store é um espaço onde pode encontrar não só produtos regionais, mas também peças com design exclusivo L’AND e algumas reedições de mobiliário português de autor presentes na decoração deste resort vinico. Os presentes L’AND Made são fruto da pureza dos solos alentejanos, das tradições artesanais locais, da dedicação e do esforço de que os cuida.

Para este Natal, é mais fácil oferecer vinho L’And  Vineyards, um vinho estruturado, longo e elegante. De cor granada, aromas de frutas negras, menta, especiarias e tosta, o Vinho L’And é feito a partir de uma rigorosa selecção de uvas das casta de Touriga Nacional, Alicante Bouschet e Touriga Franca, possui uma vinificação muito cuidada e a maturação é feita em barricas de carvalho francês. Com opções que variam entre os 17€ e os 102€, esta é uma excelente sugestão para este Natal, pois permite personalizar a oferta com o nome da pessoa a quem quer oferecer o presente, tornando a oferta ainda mais especial para quem a recebe.

 

Para adquirir directamente no L’AND Vineyards Resort ou encomendar por telefone/email:

T: +351 266 242 400

E: reservas@l-and.com

 

O L’AND Vineyards criou o conceito de “L’AND Gift Card” através do qual pode oferecer todas as experiências L’AND: uma noite de alojamento em sky view suite, desde 199€; um Curso de Enologia L’AND, desde 65€ e Tratamento L’AND Vinotherapie Spa by Caudalie desde 85€, passeio de balão desde € entre outros que pode consultar no site l-andivneyards.com.

Para os amantes de vinhos, o L’AND Vineyards ainda disponibiliza acessórios de enologia como nez du vin, saca rolhas e aventais, com preços que variam entre os 7,50€ e os 350€.

O bem-estar de cada um é a principal preocupação do L’AND Vineyards. Por isso, disponibilizade aos seus clientes uma vasta gama de produtos amenities exclusivos L’AND: sabonete líquido, shampoo, condicionador, loção hidratante, óleos, incensos, queimadores de incensos e ainda velas perfumadas L’AND. Com preços que podem variar entre os 40€ e os 60€, estas são propostas de presentes para mimar quem mais gostamos.

Na categoria de produtos regionais, o L’AND Vineyards coloca à disposição dos seus clientes produtos que visam retratar a cultura, hábitos e costumes alentejanos. Exemplo disso é a Cega de Amor, bonecos de Estremoz, uma figura de mulher, com olhos vendados e coração nas mãos.

Na vertente da decoração de luxo, o L’AND Vineyards possui para venda uma colecção exclusiva de loiças de Bali “Gaya Collection”, uma colecção baseada na interpretação das curvas da terra, uma característica da marca L’AND. Uma excelente oportunidade para oferecer peças exclusivas de  decoração com preços que variam entre os 20€ e os 70€.

O L’And Vineyards tem ainda disponíveis outros produtos que se inserem na gama de têxteis e utilidades, como, mantas Monzaraz de viagem, roupões com gola e caixas rectangulares com tampa em casquinha, com padrão de cruvas de nível L’AND.

 

Contactos L’AND Vineyards:

Estrada Nacional 4, Herdade das Valadas

7050-031 Montemor-o-Novo (Évora).

Email: info@l-and.com / reservas@l-and.com

Telefone: 213 304 542

Site: www.l-andvineyards.com

 

Sobre o L’And Vineyards

O L’AND Vineyards Resort, small luxury hotel 5 estrelas com 22 suites que proporciona aos visitantes a experiência única de poderem dormir “debaixo das estrelas”, isto é, as inovadoras “sky suites” L’AND Vineyards permitem a abertura total do tecto oferecendo, assim, aos visitantes a observação do céu nocturno do Alentejo, reconhecido como uma reserva natural, dado o seu baixo índice de poluição nocturna.

O L’AND Vineyards hotel inaugurado em 2011 conta com uma equipa de 20 pessoas, e a marca está já a preparar o lançamento de um novo hotel sky suites, localizado nas margem do Alqueva. Este novo sky suites hotel da marca L’AND, tem data prevista de abertura em Dezembro de 2014.

 

vinhos

Carlos Ferreira leva vinho de marca própria para o Canadá

11 de Outubro de 2013 Posted by Uncategorized 0 thoughts on “Carlos Ferreira leva vinho de marca própria para o Canadá”

Carlos Ferreira leva vinho de marca própria para o Canadá

Considerado como o embaixador dos vinhos Portugueses de alta qualidade no Canadá, o empresário português apresenta os seus primeiros vinhos com a marca F, produzidos na sua Quinta do Douro e na Bairrada.

 

O empresário Carlos Ferreira, reconhecido internacionalmente pela vertente de restauração e por representar 18 das principais marcas de vinho Português no Canadá, apresentou em Lisboa a sua gama de vinhos com a própria marca – “F”.

As uvas dos vinhos Branco, Branco Reserva, Rosé e Tinto Reserva são provenientes da quinta que adquiriu no Douro Superior, em Almendra, com cerca de 13 ha. A produção vitivinícola é da responsabilidade da Casa Agrícola Roboredo Madeira – CARM. Para o espumante, que também irá colocar no mercado brevemente, Carlos Ferreira escolheu o produtor Campo Largo.

O vinho vai estar à venda em Portugal em locais estratégicos , como a Garrafeira Nacional, e será distribuído pela rede mais directa da CARM. Internacionalmente o vinho terá destaque nos restaurantes do empresário no Canadá, que recebem cerca de 9000 pessoas por mês. Já reconhecido como embaixador dos vinhos nacionais, representando marcas como a Niepoort, CARM, Quinta do Crasto, Quinta do Vallado, Vale de Meão, entre outros, Carlos Ferreira junta, assim, ao seu portfólio a gama de 5 vinhos –F composta por dois brancos, um rosé e um tinto do Douro e um espumante da Bairrada.

 

Carlos Ferreira encara os vinhos “F” como “um passo natural no meu percurso. Trabalho em restauração e represento as principais marcas nacionais de vinhos. Acho que a imagem que os restaurantes têm e o peso que assumem localmente já justificavam ter um vinho próprio. O F, de Ferreira, será mais um produto que complementa a minha oferta na área da restauração e valoriza os produtos portugueses de qualidade”.

Os quatro vinhos apresentados são: F branco 2012, F Rosé 2012, F Reserva 2010 e F Reserva Tinto 2010.

No F Tinto Reserva 2010, o enólogo António Ribeiro, da CARM, selecionou as castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Sousão e Touriga Franca. A vinha, situada no coração do Douro, possui vinhas velhas com mais de 25 anos de idade, a par de jovens plantações com 5 anos. Este vinho apresenta uma complexidade única que expressa o terroir da sua origem.

Vinifica durante 12 meses em carvalho francês e 30% passa por carvalho americano que confere ao vinho o gosto mais internacional. As produções foram de 4 000 garrafas mas estima-se uma evolução em 2014 para as 60 000 garrafas. O preço de prateleira deverá rondar os 11,5 €.

 

Para o F Branco 2012, foram selecionadas as castas Codega do Larinho, Rabigato e gouveio. Os aromas têm acentos florais e uma forte nota de mineralidade. Na boca, o sabor é frutado com uma grande vivacidade, com um final elegante. Este vinho tem como particularidade de ter uma batonage muito longa de cerca de 3 meses, o que permite transmitir para o vinho toda a estrutura da fruta. Em 2012 foram produzidas cerca de 300 garrafas e estará à venda em Portugal por um preço de 7,5€.

 

O F Branco Reserva 2012, é a nível de castas e vinificação em tudo semelhante ao Branco 2012, mas estagia durante 12 meses em barricas de carvalho francês e é engarrafado de seguida.

A produção foi de 2000 garrafas e deverá chegar ao consumidor por um valor de 10€ em Portugal.

 

O Rosé F 2012 foi obtido a partir de 100% Touriga Nacional,  em que as uvas foram vinificadas com desengace total, esmagamento suave e sangria, seguindo-se um período de clarificação em função do estado de maturação. A produção total de 3000 garrafas a um preço de  5,5 € a unidade.

 

Espumante F, Bairrada, 2009

A escolha do Campo Largo enquanto produtor deste vinho tem uma razão: para Carlos Ferreira nenhum produtor consegue fazer vinhos espumantes com perfil tão internacional.

O Champagne é por excelência o vinho com bolhas mais reconhecido internacionalmente e onde o espumante tem que concorrer, portanto, é fundamental que o perfil seja bem adaptado: “em prova cega duvido que alguém consiga distinguir este vinho de um Champagne” afirma Carlos Ferreira à cerca da sua escolha. Elaborado a partir das castas Chardonnay e Pinot noir, este vinho foi vinificado segundo o método mais tradicional e permaneceu durante 4 anos em garrafa. Deverá chegar ao consumidor por um preço que rondará os 18€.

Poderá também consultar: http://www.ferreiracafe.com/accueil

 

F_tinto reserva 2010 F_rosé 2012 F_Branco reserva 2012 F_branco 2012