“Segredo dos Vinhos do Alentejo” é o tema da próxima Tertúlia do Chafariz

paulolaureano
Paulo Laureano Vinus apresenta novas colheitas do Alentejo e Bucelas
10 de Dezembro de 2013
Nova Garrafeira Bon Bon
Sempre sonhei ter um restaurante com estrela Michelin
9 de Maio de 2016

“Segredo dos Vinhos do Alentejo” é o tema da próxima Tertúlia do Chafariz

Vistas ao anoitecer

“Segredo dos Vinhos do Alentejo” é o tema da próxima Tertúlia do Chafariz

 

Lisboa, 06 de Dezembro 2013 – A Enoteca Chafariz do Vinho abre, de novo, as suas portas às Tertúlias do Chafariz, com João Paulo Martins. No próximo dia 11 de Dezembro, às 18h30, realiza-se a segunda Tertúlia do Chafariz, desta vez, subordinada ao tema “Segredo dos Vinhos do Alentejo“, onde serão provados vinhos do Alentejo mais antigos e mais jovens. Nesta segunda Tertúlia do Chafariz continuar-se-á a delapidação da famosa garrafeira de João Paulo Martins, onde os presentes terão oportunidade de provar vinhos raros desta região. A entrada no evento tem um custo de 15 euros por pessoa e inclui os vinhos em prova e alguns harmonizados.

Aproveitando o 20º aniversário do seu livro Vinhos de Portugal, o crítico de vinhos João Paulo Martins fará uma retrospectiva de alguns vinhos nacionais ao longo deste período. João Paulo Martins é jornalista especializado na área dos vinhos e, nessa qualidade, tem colaborado em vários jornais e revistas nacionais e estrangeiras. É redator da Revista de Vinhos , colaborador da revista Metrópoles, editada pela Área Metropolitana de Lisboa e colunista do Expresso. Publicou o livro Tudo sobre Vinho do Porto, em quatro línguas diferentes, o Guia sobre Vinhos Generosos, ambos editados pelas Publicações Dom Quixote e a obra de gastronomia e vinicultura Portugal de Hoje à Mesa, em coordenação conjunta com Vítor Sobral, na Livros d’Hoje em 2009. Publica, há vinte anos consecutivos, o guia Vinhos de Portugal – Notas de Prova.

O Chafariz da Mãe-de-Água, designação original deste espaço, é parte integrante da monumental obra que é o Aqueduto das Águas Livres. Mandado erigir pelo Rei D. João V, a sua construção teve início em 1731 e foi alvo de constantes desentendimentos entre os diferentes engenheiros e arquitectos, entre o poder régio e instituições camarárias e onde não faltaram as abusivas interferências clericais. A sala onde se insere o Chafariz do Vinho é, então, um lugar com mais de 250 anos de história. Em tempos, de acesso privado, esta sala tem comunicação com o reservatório da Patriarcal no Príncipe Real (cerca de 400 m) e com a Praça da Alegria (cerca de 200 m).

 

Os comentários estão fechados.